Corretor de imóveis faz o quê?

Article by ·

Se você já precisou comprar ou alugar uma casa ou apartamento é bem provável que tenha tido contato com uma imobiliária. Seu objetivo é justamente servir como um intermediário e facilitador da vida de todo mundo: vendedor e comprador ou locador e locatário. Se você tem interesse por esse universo, talvez já tenha se perguntado o que faz um corretor de imóveis. Para responder a essa e a outras perguntas sobre essa profissão, nós conversamos com Kalinni Galli, que trabalha na área há mais de 10 anos.

Como é a profissão do corretor de imóveis?

A principal função de um corretor imobiliário é auxiliar nas negociações de locação, compra e venda de diferentes tipos de imóveis. Seja apenas um terreno vazio, uma casa, um apartamento ou uma sala em um prédio comercial, esse profissional será o responsável por resolver todos os âmbitos legais envolvendo as duas partes – locador e locatário ou vendedor e comprador. Mas não pense que esse é um trabalho fácil! Kalinni reforça que é preciso se dedicar bastante para cair de cabeça nesse universo.

“Se você não vende ou não aluga não tem dinheiro, então o seu salário não é fixo. Por isso é preciso ter disposição para captar para dentro e para fora (isto é, encontrar tanto pessoas que queiram vender ou alugar quanto as que estão procurando por um imóvel), porque a gente ganha em cima dessa transação”, conta.

Como se tornar um corretor de imóveis?

Embora seja preciso fazer a captação para ganhar dinheiro, a ideia de trabalhar de maneira independente anima muitas pessoas. Se esse é o seu caso, é importante saber que não basta procurar clientes para garantir um salário no fim do mês: é preciso estar regularizado.

“Tem que ter o curso no CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) para atuar na área. Quem não tem essa carteira trabalha de forma irregular. Vale destacar que leva um ano para para tirar a carteira, e aí, quando ela sair, você pensa se vale a pena ou não abrir um negócio. Além de pagar pelo curso, que é o que credencia você para ser um corretor imobiliário, é preciso renovar a carteira pagando um valor anual”, explica Kalinni.

O que é preciso para ter sucesso na profissão?

Fiz o curso, posso trabalhar como um corretor de imóveis autônomo? A resposta é sim! Mas isso não significa que necessariamente a empreitada seja uma boa ideia logo de cara.

“Tem que ter experiência, não pode entrar no mercado cru. Depois que a pessoa tira a carteira ela deve trabalhar em uma imobiliária para ver se tem tino. Além disso, ela precisa saber que é preciso escutar e observar pessoalmente o cliente, porque a fisionomia diz muito. Muitos dos corretores mais antigos não escutam o cliente, mas é preciso ser sincero e honesto. Não ter a ganância para ganhar dinheiro a qualquer custo, porque isso é ruim para o mercado imobiliário, já que as pessoas perdem a confiança no corretor”, afirma Kalinni.

A tecnologia facilita o trabalho do corretor

Por fim, para ser um corretor de imóveis é imprescindível ter um celular com um bom plano, já que o aparelho será um dos maiores aliados desse profissional. É com ele muitas vezes que será estabelecido o contato com os clientes para a resolução de possíveis problemas.

Mas quando se trata de tecnologia não para por aí! Kalinni sugere dois programas que facilitam – e muito – a vida do corretor de imóveis: o Midas e o Winloc. Portanto, se for entrar nessa área de vez, vale a pena procurar por esses softwares!