Como configurar o celular para idosos

Article by ·

Ao pensar em celulares, é comum que a imagem já venha associada ao público mais jovem. Eles podem até ser maioria, mas a terceira idade está cada vez mais incluída neste grupo. No entanto, as letras pequenas, o formato da tela e até o som podem se tornar empecilhos.

Por isso, é importante configurar o celular para idosos terem a melhor experiência possível. A gerente de projetos em tecnologia de informação Aline Lanini, que chegou a dar aulas de tecnologia para pessoas com mais de 60 anos, dá as melhores dicas para isso.

Celulares já possuem recursos de acessibilidade

Se você é idoso e não sabe por onde começar, nós temos uma boa notícia: as marcas já estão desenvolvendo celulares voltados para o público da terceira idade, com recursos de acessibilidade que melhoram a experiência para essas pessoas. “Os aparelhos possuem letras maiores, telas com ícones grandes, já vêm com aplicativos instalados e botão SOS para emergências”, explica Aline Lanini.

Fonte e brilho são regulados na área Ajustes ou Configurações

Para quem não tem esses aparelhos mais novos, é possível configurar qualquer celular com fontes maiores, bom brilho, modo leitura e já adicionar os contatos mais importantes. O modo de acesso a esses ícones varia de marca para marca, mas normalmente eles podem ser encontrados no menu de Ajustes ou Configurações. Em geral, o ícone que representa essas funções é o de uma engrenagem.

Para aumentar a fonte do seu celular não tem mistério: vá até Ajuste ou Configurações e procure por Tela. Lá, você vai encontrar a opção Tamanho do Texto ou Fonte. Aí é só você escolher a mais confortável para a sua vista. Para alterar o brilho, é só voltar na seção de Tela e procurar por Brilho. Uma dica é que em geral o ícone de brilho é o de um sol, aí é só ajustar para uma intensidade de luz que não incomode os olhos.

Pastas e jogos podem ser benéficos para idosos

Outra dica importante está na organização. Com os vários aplicativos do dia a dia, Aline dá a dica de organizar aqueles que são mais usados em grupos e pastas. Vale pedir ajuda se não souber por onde começar, viu? Já para os idosos que não estão acostumados com o touch screen das telas, os joguinhos podem ajudar. “A movimentação e pressão dos dedos na tela é talvez a maior barreira. Sempre deixo jogos, como o dominó, para que eles treinem movimentos e possam se divertir”. Que tal essa ideia?

Continue Lendo

Planos de celular perfeitos para idosos