Saiba como lacres de latas viram cadeira de rodas

Article by ·

Atualmente, há 45,6 milhões de pessoas com deficiência no Brasil. Dessas, 120 mil são crianças entre 5 e 14 anos que precisam usar cadeira de rodas. Infelizmente, muitas não podem pagar por um equipamento leve, de qualidade e feito sob medida, que melhoraria – e muito – a qualidade de vida delas.

A fila de espera não é curta, com algumas aguardando uma cadeira nova há mais de 2 anos! Foi aí que surgiu a campanha #NãoÉMito, que transforma lacres em cadeiras de rodas e tem parceria da Nextel. Entenda como funciona esse projeto promovido pelo Instituto Entre Rodas!

Venda dos lacres é revertido na compra de cadeiras de rodas novas

Sabe aquele lacre de latinha que você não dá a menor importância? Pois é, saiba que ele pode ser o responsável pelo sorriso de uma criança! É bem simples: guarde todos os lacres até que ele encha um pote. Aí é só entrar no site do Instituto Entre Rodas, encontrar um local de coleta, e levar o recipiente cheio. De lá, catadores vão buscar o material e levá-lo para a reciclagem. A cooperativa pesa os lacres e efetua o pagamento na conta do Entre Rodas. E é justamente com esse direito que o instituto vai comprar cadeiras para crianças inscritas no projeto, levando mais acessibilidade para elas! Legal, né?

Nextel é um dos pontos de coleta

Quer participar da nossa campanha de acessibilidade? Então saiba que a Nextel é um dos pontos de coleta do projeto! Os coletores estão localizados na empresa e em algumas lojas físicas do Rio e de São Paulo. No próprio escritório houve uma ação interna na qual foi possível realizar a primeira entrega de cadeira de rodas. Vale frisar que cada cadeira custa o equivalente a 800 kg em lacres, o equivalente a 3,2 milhões de unidades! Parece muito, mas se cada um fizer a sua parte cada vez mais crianças terão mobilidade. Bora fazer elas mais felizes?

Aqui tá transbordando solidariedade. Ajude você também!